Filmes Bolivianos - Tem que ver
domingo, setembro 26, 2021

A Bolívia é um país localizado no centro-oeste da América do Sul. Faz fronteira com o Brasil ao norte e leste, Paraguai e Argentina ao sul, e Chile e Peru ao oeste. Antes da colonização europeia, a região andina boliviana fazia parte do império Inca — o maior império da era pré-colombiana. O império Espanhol invadiu e conquistou essa região no século XVI.

A população boliviana, estimada em 10 milhões de habitantes, é   multiétnica,   possuindo ameríndios, mestiços, europeus, asiáticos e africanos. A principal língua falada é o espanhol, embora o aimará e o quíchua também sejam comuns.

Porém, a Bolívia também é sinônimo de cinema. Assim, resolvemos trazer para o pessoal algumas indicações de filmes bolivianos e que abordam este maravilhoso, no entanto desigual, país andino.

MURALLA

Jorge “Muralha” Rivera (Fernando Arze) é um ex-jogador de futebol com um passado glorioso como goleiro de um grande time da Bolívia. Falido e desesperado para pagar a cirurgia do filho doente, ele vende uma jovem para o tráfico sexual, mas não consegue salvar a criança a tempo. Arrependido pelo que fez, Jorge inicia uma busca para resgatar a moça das mãos dos traficantes.

Direção: GorY PatiÑo

Ano:  2018

Gênero: Ação, Drama

País: Bolívia

 

AVERNO

Produção com um visual entre o exuberante e o artesanal e uma delirante narrativa que passeia não apenas pelos mitos dos povos andinos mas pelas estruturas mitológicas.

Direção: Marcos Loyaza

Ano:  2018

Gênero: Aventura

País: Bolívia e Uruguai

 

QUEM MATOU A LHAMA BRANCA?

Dirigido pelo boliviano Rodrigo Bellott esse é o filme de maior bilheteria já produzido na Bolívia e conta a história de Jacinto e Domitila, os mais famosos criminosos do país.

Direção: Rodrigo Bellott

Ano:  2007

Gênero: Comédia

País: Bolívia

 

ESCREVA POSTAIS A COPACABANA

A jovem Alfonsina tem apenas 14 anos e vive em Copacabana, uma pequena cidade na margem do imenso Lago Titicaca. Com sua melhor amiga, Tere, a adolescente planeja deixar sua pacata cidade para conhecer o mundo. Mas, até que a garota esteja pronta para isso, elas colecionam cartões-postais de outros países, por onde viajam sem sair do lugar. Escrever postais para Copacabana é um filme visualmente rico, narrativamente interessante e emocionalmente eficaz

Direção: Antônio Eguino

Ano:  2007

Gênero: Drama

País: Bolívia

 

ESQUECIDOS

Durante os anos 1970-80, a América do Sul viveu sobre fortes ditaduras. Para combater as crescentes ondas revolucionários que surgiam em países como Brasil, Argentina, Chile, Bolívia, Paraguai e Uruguai, foi instalada a Operação Condor. O filme é baseado no relato de um general do exército boliviano que, depois de muitos anos, decide contar ao seu único filho todos os pecados que cometeu naquele tempo.

Direção: Carlos Bolado

Ano:  2013

Gênero:  Drama

País: Bolívia

 

ESPECIALISTA EM CRISE (2005)

Dirigido por Rachel Boynton, o documentário Our Brand is Crisis (2005) ganhou notoriedade por expor os bastidores da controversa campanha que contribuiu para que Gonzalo Sánchez de Lozada se tornasse presidente da Bolívia em 2002, quando seu rival Evo Morales era o favorito ao cargo. Impressionante, a produção norte-americana revela as táticas de propaganda política adotadas pela empresa Greenberg Carville Shrum, contratada por Lozada, que se valiam do medo da população boliviana como um de seus principais componentes

FICHA TÉCNICA

Direção: Rachel Boynton

Ano:  2005

Gênero: Documentário

País: EUA

 

Tags: , , ,